01/11/2017 - Franquia

Saiba como investir em uma microfranquia pode aumentar a receita do seu negócio

Saiba como investir em uma microfranquia pode aumentar a receita do seu negócio

Incrementar a renda tem sido o objetivo de muitos brasileiros em meio à crise econômica, e para os proprietários de comércio e varejo não poderia ser diferente. Para diversificar as suas fontes de receita dentro do próprio estabelecimento, os donos de salões de beleza, lojas de cosméticos e perfumarias têm buscado investir em microfranquias.

A rede de franquias Mapa da Mina desenvolveu o modelo de negócios Express, em que são inseridas torres de semijoias da marca dentro desses estabelecimentos comerciais. Para os comerciantes, além da vantagem de ter uma fonte de faturamento extra sem custo operacional, é uma oportunidade de estreitar o relacionamento com a clientela, oferecendo possibilidades de consumo que vão além das tradicionais.

Como funciona a Microfranquia?

Com investimento total de R$ 50 mil – o que inclui R$ 27 mil para a aquisição dos produtos –, o franqueado passa a ter 10 torres para inserir em pontos comerciais diferentes. Cabe ao franqueado realizar o controle dos estoques, a reposição de peças e o gerenciamento das vendas.

Para o proprietário do estabelecimento, é a oportunidade de receber comissões sem nenhuma complexidade, sendo apenas necessário conhecer os produtos da marca para melhor realizar as vendas. Além disso, as torres foram desenvolvidas com suportes imantados, que permitem ajuste das peças na vertical e na horizontal, com total segurança e otimização do espaço.

Negócios Complementares

Ao identificar o potencial de complementar o próprio negócio com a microfranquia, é possível – além de incrementar a renda – fidelizar os clientes atendendo cada vez mais as suas necessidades. “Temos a oportunidade de oferecer aos clientes uma opção de compra em momentos de bem-estar, trazendo as semijoias para ambientes complementares e sinérgicos aos da moda e de beleza”, afirma Marcos Pertile, diretor da rede Mapa da Mina.

Os dados do mercado de acessórios e semijoias indicam que este é um negócio promissor. De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), o mercado brasileiro de joias e semijoias reúne mais de três mil empresas, que juntas faturaram R$ 600 milhões em 2013, com taxa média de crescimento de 115%.

O que achou da sugestão de apostar na microfranquia para incrementar o seu próprio negócio? Avalie o modelo do Mapa da Mina, que também oferece garantia além do prazo legal.

 

Deixe seu comentário