27/12/2017 - Franquia

Mulheres e empreendedorismo: uma parceria que dá certo!

modelo torre - texto Mulheres e empreendedorismo: uma parceria que dá certo!

Quem nunca sonhou em ter o seu próprio negócio? Para muitas mulheres esse sonho tem se tornado cada vez mais real. O público feminino vem ganhando, progressivamente, significativo espaço no mundo do empreendedorismo e, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa Experian, estima-se que mais cinco milhões de mulheres brasileiras sejam empreendedoras e, a maioria delas, atua no mercado de franquias.

Não é para menos. As mulheres são muito bem vistas aos olhos das redes franqueadoras por vários motivos: alta capacidade de adaptação, organização, desempenho, sociabilidade e bom relacionamento com colaboradores, fornecedores, parceiros e por aí vai. Elas representam mais de 48% dos franqueados no país atualmente e chegam a ter um faturamento até 35% maior do que franquias gerenciadas por homens.

Diante de tudo isso, a pergunta que não quer calar é: qual o segredo de tanto sucesso? Muitos acreditam que seja pelo fato de que mulheres escolhem atuar em setores que enxergam maior afinidade. Feito isso, se dedicam integralmente e vislumbram em seu novo negócio uma grande oportunidade de trabalharem com o que gostam e crescerem em vários aspectos, dentro e fora do ambiente de trabalho.

Colocar à frente seus gostos e desejos e priorizar um trabalho que proporcione, diariamente, satisfação pessoal e profissional, pode render bons e rentáveis frutos. Um bom exemplo disso são as franquias de semijoias, que vêm ganhando cada vez mais força no mercado e proporcionando às mulheres a chance de serem donas do seu próprio negócio, trabalhando com o que gostam e tendo ótimo retorno lucrativo com isso.

O mercado de franquias está aquecido e, segundo a ABF, o segmento de moda e acessórios cresceu 10,4% em faturamento no ano passado. As oportunidades são muitas e, a grande maioria das redes de franquias de semijoias dispõe de diferentes modelos de negócio, como loja de rua, quiosque e home-based, atendendo aos mais variados perfis, ambições e disponibilidade.

E, por qual motivo, um grande número de mulheres empreendedoras atuam no mercado de franquias? Muitas entendem que, ao optarem pelo sistema de franchising, além de apostarem suas fichas em um modelo de negócio já testado e consolidado, garantem maior e melhor desenvolvimento e crescimento, visto que as franqueadoras dão todo o suporte e treinamento necessários, auxiliando nas questões de marketing, vendas, gestão etc.

E, porque muitas delas estão preferindo investir em franquias de produtos e não de alimentos? Por ser tratar de itens não perecíveis, a perda de materiais é menor. Se não conseguiu vender agora, existe a possibilidade de ajustar preços, esperar a melhor época do ano, investir em divulgação e vender em novas oportunidades. Em contraponto existe a necessidade de estoque e, com isso, é preciso enfrentar o risco de congelar uma quantia que, futuramente, poderá fazer falta como capital de giro.

Escolhendo a franquia

Ao escolher uma franquia de semijoias é importante considerar alguns pontos. O primeiro deles é: a qualidade e garantia dos produtos. Mais do que pensar exclusivamente nas vendas, é requisito sempre pensar, acima de tudo, na satisfação do consumidor. Ao vender um produto de qualidade ao seu cliente, as chances de fazer com que ele volte a comprar com você são grandes, ao ponto dele preferir você ao concorrente.

A marca é como se fosse uma representação figurada do que ela vende, seja um serviço ou um produto. Portanto, o segundo ponto é avaliar a força da marca. Ela é reconhecida e consolidada?  Como ela é vista? Como seus clientes avaliam suas experiências de compras? A maioria das percepções em relação a marca é positiva ou negativa?

E por último, a divulgação. O objetivo de uma boa divulgação é se fazer presente na mente do consumidor na hora em que ele precisar de um serviço ou pensar em comprar um produto no qual você vende. Por isso, questione: a rede de franquias que você tem em vista dá suporte em relação a isso? Tem planos estratégicos de comunicação e propaganda? Costuma divulgar de forma assertiva a marca, gerando identificação ao seu público-alvo?

 

Deixe seu comentário

  • Francisca Neta Cavalcante janeiro 1, 2018

    Preciso ver produtos

    • admin janeiro 5, 2018

      Olá Francisca, bom dia!!

      Obrigada pelo contato, iremos encaminhar os seus dados para o setor do atendimento.

      Equipe Mapa da Mina Acessórios