31/01/2018 - Franquia

Como conciliar a maternidade com o trabalho? Confira essas 4 dicas:

mãe empreendedora - texto Como conciliar a maternidade com o trabalho? Confira essas 4 dicas:

Se você é mãe, ou está planejando a maternidade, e conciliar os filhos com a rotina profissional, saiba que não é a única pessoa nessa situação. É cada vez maior o número de mulheres que dividem as tarefas maternas com o trabalho e buscam alternativas no mercado para dar conta dessa dupla jornada.

Com diversas atribuições e pouca organização, fica extremamente desgastante trabalhar o dia inteiro, cuidar das tarefas domésticas, educar os pequenos e ainda ter disposição para brincar no fim do dia, não é mesmo? Confira a seguir algumas dicas que poderão te ajudar a conciliar a maternidade com o trabalho, dependendo da sua disponibilidade:

1. Repense o horário de trabalho

Na maioria dos casos, o horário comercial fixo de trabalho pode não ser a melhor opção para ficar em dia com todas as tarefas, ainda mais quando se tem filhos recém-nascidos. Dependendo do ramo de atividade e das possibilidades, uma alternativa é reduzir a carga horária na empresa para meio período até que a criança esteja na idade para entrar na creche ou na escolinha. E essa estratégia também pode ser válida durante o período de amamentação da criança.

2. Avalie o home office para conciliar maternidade e trabalho

Essa é uma opção bastante utilizada por empresas que estão repensando as metodologias de trabalho e a qualidade de vida dos funcionários. Quando colocada a questão da maternidade, ficam ainda mais evidentes os benefícios de trabalhar em casa, principalmente depois que acaba a licença-maternidade.

Dessa forma é possível economizar o tempo de deslocamento, continuar amamentando sem restrições de horário, não precisar faltar caso o filho fique doente e, principalmente, não ficar com o corpo no trabalho e a cabeça na criança. Além do emprego fixo, o home office pode te ajudar a ser uma mãe melhor a partir de uma rotina de freelancer, negócio próprio ou investimento em formatos de franquias home office, como por exemplo o modelo Express do Mapa da Mina.

3. Empreenda

Quando não há flexibilidade no emprego fixo e a rotina está exaustiva – ou antes que fique –, algumas mulheres deixam aflorar o espírito empreendedor para ter maior autonomia dos horários. Seja um projeto pessoal ou um investimento em algum modelo de negócios, é fundamental avaliar a viabilidade a longo prazo.

4. Divida tarefas

Ter pessoas ao seu lado para compartilhar algumas tarefas pessoais ajuda muito. Seja um companheiro (a), familiares ou amigos, o importante é ser alguém de confiança que possa levar ao médico, creche/escola ou cuidar por algumas horas enquanto você ainda está trabalhando, por exemplo. É importante haver equilíbrio e consciência para conseguir conciliar a maternidade com a vida profissional sem precisar se desdobrar em mil.

Se investir em algum modelo de negócios se mostrou mais interessante para você ou para alguma pessoa próxima que está vivendo a maternidade e tentando conciliar o trabalho, que tal analisar as vantagens de ter uma franquia? Confira!

 

Deixe seu comentário