24/07/2017 - Franquia

Mercado de acessórios no Brasil está em expansão

MM_O-mercado-de-acessórios-no-Brasil-editado

Mesmo nos momentos mais difíceis da economia brasileira, alguns setores conseguem transformá-los em oportunidades de negócios. Um exemplo é o mercado de acessórios – integrado por joias, semijoias, bijuterias, malas, bolsas, cintos, carteiras, relógios e instrumentos para escrita – cuja produção se manteve no azul e o histórico é de franca expansão nos últimos anos.

De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), o mercado brasileiro de joias e semijoias reúne mais de três mil empresas, que juntas faturaram R$ 600 milhões em 2013, com taxa média de crescimento de 115%.

A atratividade do portfólio, aliada à percepção de qualidade que o consumidor tem e ao sucesso de diferentes canais de vendas, foram os fatores que reforçaram os resultados. O mercado apresenta taxas expressivas de crescimento, observados tanto para a indústria quanto para o comércio em geral.

Estes fatores, somados à vocação do mercado brasileiro para este tipo de produção, à qualidade dos materiais e à demanda interna aquecida, indicam que o horizonte é de boas perspectivas no curto prazo, assegurando resultados favoráveis para aqueles que pretendem investir na produção e no comércio deste tipo de artigo, sejam lojas, franquias ou representações.

21/07/2017 - Franquia

É possível abrir uma franquia com R$ 50 mil?

MM_É-possível-abrir-uma-franquia-com-R$-50-mil---post---DI---19052017

Quem deseja empreender precisa considerar várias questões antes de colocar em prática um novo negócio, como os riscos envolvidos, os aportes iniciais necessários e as vantagens e desvantagens de se começar algo inédito ou de apostar em um negócio já referenciado no mercado, com resultados sólidos.

Na maioria dos casos, uma alternativa interessante é analisar o mercado de franquias, onde é possível encontrar marcas com custos menores – as chamadas microfranquias – e com plano de negócios já estruturado.

De acordo com o último levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), as microfranquias apresentaram crescimento de 45% entre 2013 e 2016, passando de 384 para 557 unidades. Em relação a valores, para um investimento médio de até R$ 90 mil existe uma série de opções nos mais variados ramos de negócios, como beleza, alimentação e acessórios.

A franquia Mapa da Mina, por exemplo, possui o Modelo Express que tem investimento a partir de R$ 50 mil. Neste modelo, os produtos são expostos em torres, colocadas em estabelecimentos parceiros. Cabe ao franqueado estabelecer as parcerias para geração de vendas e realizar a administração dos estoques.

O que considerar antes de começar?

Para quem está considerando investir em uma franquia, um grande diferencial é entender o mercado e analisar qual é o melhor momento para começar a sua atuação. Além de um senso empreendedor, é importante ter uma boa estratégia de negócios, que ajudará a transformar o investimento inicial em uma fonte valiosa de rendimentos.

Outro cuidado que deve ser tomado pelos empreendedores é procurar uma empresa franqueadora que ofereça confiança, tenha credibilidade no mercado e posicionamento estabelecido. Também é desejável que franqueadora tenha um público definido, ofereça suporte aos franqueados, além de retornos bem traçados.

19/07/2017 - Franquia

O que são as microfranquias, afinal?

MM_O-que-caracteriza-uma-microfranquia_editado---post---DI---19052017

Cada vez mais, cresce no mercado um modelo de negócio que combina os conceitos e os princípios básicos das redes de franquias com oportunidades para quem conta com investimento inicial baixo: as microfranquias. Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), as microfranquias exigem investimento inicial de até R$ 90 mil, considerando gastos com mobiliário, estoque inicial, reforma do ponto comercial, taxa de franquia e capital de giro. Esse é o teto. Em média, há opções no mercado disponíveis para investimentos iniciais entre 44 e 54 mil reais.

Há opções de microfranquias em diversos setores da economia, desde serviços de limpeza e de manutenção do lar, até cuidados com idosos, animais de estimação, beleza, estética, turismo e aulas particulares. Dados da ABF apontam que entre 2013 e 2016, o número de redes que operam com modelo de microfranquia aumentou 45%, passando de 384 para 557 unidades. Deste total, quase 80% das marcas atuam exclusivamente neste formato.

Além do baixo investimento, a microfranquia também é caracterizada pela infraestrutura menor – isso quando ela existe. O franqueado tem a opção de trabalhar home office e sem funcionários, ou escolher uma marca com atuação em quiosques. É importante ressaltar que, ao optar pela microfranquia, o franqueado precisa estar dedicado integralmente ao negócio e realmente colocar a mão na massa para atingir os resultados esperados.

Retorno

Geralmente, as redes de microfranquias estimam um faturamento médio mensal de até R$ 30 mil aos seus franqueados. Já o retorno inicial para redes que trabalham apenas com o modelo de microfranquia é, em média, de 12 meses.

Impacto social

As microfranquias ajudam a impulsionar economias locais e a gerar uma série de vantagens nas comunidades onde atuam. A partir do modelo, pessoas que dificilmente teriam a oportunidade de se tornarem donas do próprio negócio têm a chance de empreender. Estudantes, donas de casa e aposentados, por exemplo, que buscam um complemento de renda, além de desempregados que decidem criar seu “autoemprego”, encontram na microfranquia uma opção para empreender com quem já fez e deu certo.

Antes de investir

Antes de embarcar no mercado das microfranquias, é necessário prestar atenção em alguns detalhes:

  • Confirme se o perfil como franqueado está de acordo com o modelo de negócio. Franqueadoras de microfranquias, em geral, procuram pessoas dispostas a se dedicar integralmente, organizadas, disciplinadas e comunicativas;

 

  • Tenha uma boa rede de relacionamento e automotivação;

 

  • Selecione um negócio na sua área de interesse, alinhado com os seus princípios e valores;

 

  • Tenha confiança na marca. Estude profundamente o plano de negócios da microfranquia e certifique-se de que atende às suas expectativas e alcance financeiro.

 

Páginas 1 2 3 7