15/06/2018 - Sem categoria

Visite o Mapa da Mina na ABF Franchising Expo

O Mapa da Mina estará participando da ABF Franchising Expo 2018, que reúne as principais marcas franqueadoras, trazendo informação, experiências e muitas atrações que difundem a importância do sistema de franquias para o cenário econômico. É um grande encontro de empreendedores que acreditam no país e estão dispostos a investir, gerar empregos e renda nos mais variados setores.

Este mercado é um dos que mais cresce no Brasil e, para quem está pensando em começar um negócio e empreender, o evento oferece ótimas oportunidades para entender como investir em franquias e a força da operação em rede que resulta em mais assertividade e menos riscos para os negócios.

Completando 27 anos, a feira é realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e organizada pela Informa Exhibitions, no Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 27 e 30 de junho. No último ano, a Expo contou com 31 mil m² de exposição e 65 mil visitantes.

Conhecendo as franquias

Buscar conhecimento sobre o setor que se pensa em investir traz segurança para fazer uma boa escolha. Ao optar-se por entrar em uma rede de franquias, o investidor estará adquirindo um modelo testado e aprovado, que oferece muitas vantagens, como suporte, treinamento e divulgação.

Durante a ABF Expo, o público poderá conhecer o negócio e a estrutura da franquia Mapa da Mina como um todo, pois o estande irá trazer a experiência de uma loja da rede, que conta com investimento de até R$ 150 mil, um dos menores valores do mercado no formato de loja de rua.

O Mapa da Mina tem ótima aceitação e os franqueados recebem assessoria e acompanhamento na escolha do ponto comercial, projeto arquitetônico, apoio na implantação da franquia, entre outros auxílios fundamentais para o sucesso do negócio.

Com fabricação própria, a marca oferece velocidade na entrega, atendimento personalizado, produtos diversificados e exclusivos, que seguem as últimas tendências do mercado da moda.

Abrir uma franquia é uma ótima opção para quem deseja ter seu próprio negócio. Se você é comprometido, organizado, tem capacidade de gerir pessoas e tem vontade de crescer, visite nosso estande na feira!

 

ABF Franchising Expo 2018

27 a 30 de junho

Expo Center Norte – São Paulo

Pavilhões Branco e Azul – estande H206

(quarta das 9h às 19h, quinta e sexta das 13h às 21h, sábado das 11h30 às 18h30)

Para mais informações, acesse o site: www.abfexpo.com.br

25/05/2018 - Dica Franquia

Franquias em locais alternativos

Abrir uma franquia em locais alternativos (Foto: Pixabay)Quando se fala em abrir uma franquia, na maioria das vezes, o primeiro pensamento é uma loja de rua ou dentro de um shopping, já que o negócio estaria em maior evidência em um lugar com alta circulação de pessoas. Mas não necessariamente estas são as melhores opções de locais.

Existe uma variedade de alternativas, como galerias comerciais, postos de gasolina, hipermercados e até hospitais, que podem ser muito promissoras. Os pontos tradicionais, além da disputa mais acirrada, também enfrentam processos de reinvenção para se adequarem às constantes transformações do mercado de consumo.

Na rua, diversos fatores influenciam para o sucesso, assim como para o fracasso do empreendimento. Maior estabilidade é uma das vantagens de optar-se por um local em que a demanda recorrente dos consumidores é conhecida e o perfil é mais aliado com o público-alvo da marca, gerando, assim, mais chances do investimento progredir.

Locais alternativos

Inicialmente, é preciso entender cada segmento, as possibilidades que eles oferecem e contabilizar despesas mensais, como aluguel, taxa do fundo de promoção e taxa de condomínio, por exemplo, para decidir pelo lugar da sua loja.

Entre as opções para quem planeja abrir um negócio com foco no público jovem, o ambiente escolar tem se despontado, já que os estudantes passam boa parte do dia por lá.

Aeroportos, rodoviárias e metrôs –  a estação da Sé, a mais movimentada de São Paulo, por exemplo, atende mais de 530 mil usuários por dia – são núcleos de enorme fluxo de pessoas diariamente. Terminais rodoviários têm giro rápido e mais apelo popular, já os aéreos podem ter o custo do espaço mais alto. Lembrando, ainda, que alguns destes locais permitem o funcionamento 24 horas. Ou seja, a análise de potencialidades de público, sazonalidade, gastos e lucros é fator decisivo.

Escolha com sabedoria

A escolha do ponto e formato da franquia não pode ser intuitiva, já que é capaz de determinar o sucesso do seu negócio. Para Marcos Hirai, sócio-diretor da GS&BGH Retail Real Estate, é fundamental o franqueado colocar todas as contas no papel antes de fazer a escolha do local da sua loja. “Qualquer ponto comercial é bom, quando o público está de acordo com o seu negócio e suas vendas são maiores que os custos”, afirma.

Além de pensar nas despesas, é preciso explorar os possíveis locais da região e o formato em que a franquia será instalada, projetando o potencial de vendas. “Não existe regra, precisa existir o bom senso. É bacana também envolver o franqueador nesse processo de escolha, aproveitando a experiência dele em outras franquias para o acompanhamento na escolha do ponto”, complementa Hirai.

Da mesma forma, é importante se adaptar aos formatos que cabem em cada localidade. As franquias de quiosque apresentam porte versátil e podem ser montadas em shoppings, aeroportos, terminais rodoviários e galerias com modelos enxutos e investimentos menores.

Outros modelos, como o Express, por exemplo, permitem que o franqueado feche parcerias com outros estabelecimentos, como salões de beleza e lojas de cosméticos, utilizando o ponto já consolidado para colocação de uma torre com produtos da marca.

Investigando bem o local, verificando a rentabilidade do negócio e conversando com outros franqueados, é possível encontrar a melhor alternativa para abrir a sua franquia fora de lugares tradicionais.

17/05/2018 - Franquia

Dá para investir em uma franquia de forma cautelosa?

Dá para investir em uma franquia de forma cautelosaInvestir em uma franquia é apostar em um modelo já consolidado, em que todas as práticas operacionais já foram desenvolvidas. É uma forma de empreender diminuindo os riscos, aumentando a probabilidade de sucesso e conhecendo a expectativa de retorno financeiro.

Ainda assim, o receio de arriscar em mercados desconhecidos, principalmente com investimento alto, é grande.  Pensando nisso, muitas redes passaram a oferecer modelos diferenciados de operação. O Mapa da Mina, por exemplo, oferece ao franqueado três opções de franquia permitindo o inicio da operação com investimento em menor escala e crescimento no decorrer do tempo.

As vantagens da microfranquia

Entre os modelos oferecidos pela rede, está o Express, uma microfranquia que possibilita ao empreendedor primeiro conhecer o negócio, estudar o setor e os PDVS com mais calma, para depois avançar de forma gradual.

Neste modelo o franqueado adquire torres com peças e acessórios da marca que são inseridas dentro de outros estabelecimentos comerciais, como salões de beleza, lojas de cosméticos e perfumarias.

Caberá ao investidor realizar a prospecção de pontos de venda e o treinamento de um representante do ponto de venda para fazer os atendimentos dos consumidores, obtendo assim grande autonomia. E esta dinâmica ágil, torna a franquia uma opção interessante para aqueles que querem iniciar no ramo ou estão na fase de transição, deixando empregos formais para empreender.

Expansão gradual

A operação descentralizada permite o primeiro acesso ao varejo de forma mais simples, com baixo custo fixo e rentabilidade alta através das parcerias com os estabelecimentos sinérgicos.

E o modelo de microfranquia tem como maior diferencial o custo. Como não há gastos com loja física, reformas, aluguel, mobílias, e equipe, é uma opção para aqueles que desejam iniciar um negócio com menor risco e com o tempo crescer e migrar para um quiosque ou loja, outros formatos oferecidos pela marca.

Quer saber mais sobre o Mapa da Mina Express? clique aqui.

Páginas 123421